5 dicas para a eficiência da análise de crédito

Em períodos de crise, é essencial que o setor financeiro saiba como proceder para garantir que a empresa siga prosperando. Reduzir despesas e analisar a direção mais segura a ser seguida são as primeiras medidas para superar momentos difíceis. Mas existe uma dúvida que costuma persistir entre o financeiro: como reduzir os custos da análise de crédito?

Essa seria uma tarefa fácil se não fosse a necessidade de garantir a qualidade das análises efetuadas. Afinal, devido aos custos, não seria nada sensato elevar a inadimplência da empresa. A boa notícia é que existem formas de atingir a eficiência nos custos e ainda melhorar a eficácia das análises, gerando ainda mais ganhos para a sua empresa. Quer saber como? Vamos às dicas:

Revise o consumo nos bureaus de crédito

Ter acesso à informação é o primeiro passo para fazer uma análise de crédito precisa. O grande problema, no entanto, é que ter somente as informações cadastrais em mãos não é o suficiente para realizar essa avaliação com eficiência. Por isso, uma boa forma de reduzir os custos da análise de crédito é revisar o consumo da área nos bureaus de crédito.

Mas atenção! Os bureaus fornecem informações que nem sempre são relevantes para elevar a qualidade da sua análise. Relatórios completos e com scoring de crédito, por exemplo, são mais caros e nem sempre se adequarão ao seu setor. Dê preferência aos dados que agreguem valor à política do seu negócio: assim, você reduzirá gastos com informação e tornará a avaliação de crédito mais adequada aos seus negócios

Avalie diferentes fontes de informação

Além da qualidade, é preciso avaliar se existem outras fontes para obter informações e entender quais variáveis são mais adequadas à sua estratégia. Com essa avaliação, você conseguirá equilibrar o custo/benefício das informações e verificar se existe alguma oportunidade na troca de fornecedor, tornando suas decisões mais assertivas.

Melhore o processo de cadastro

Atualmente, é raro encontrar empresas que não utilizam o cadastro de clientes de forma estratégica. Nessa etapa do processo comercial, é possível solicitar informações cadastrais adicionais que ajudem a melhorar as decisões de crédito. Tais informações auxiliam inclusive na validação de dados para descobrir o potencial de limite.

Em relação ao cadastro, outra forma de reduzir os custos da análise de crédito é integrando todas as informações cadastrais. Lembre-se que existem áreas de crédito que não recebem todos esses dados automaticamente, o que gera retrabalhos e, é claro, mais custos.

Automatize a avaliação de crédito

Por último, separamos aqui a melhor dica para reduzir custos sem deixar de lado a qualidade da avaliação. Além de garantir que nada se perca durante o procedimento, definir os processos é fundamental para que todos os colaboradores sigam os mesmos critérios de avaliação. Veja os benefícios que uma avaliação de crédito automatizada pode trazer para a sua empresa:

  • Maior velocidade na análise de crédito e liberação de pedidos;
  • Foco da equipe nas avaliações que merecem maior atenção;
  • Otimização do uso de informações de diferentes bases;
  • Política de crédito voltada para as necessidades do seu negócio;
  • Mais tempo para avaliar os pedidos perdidos e os “falsos positivos”.

Se você não tem tempo ou não se sente seguro para realizar esse procedimento internamente, escolher um bom sistema para automatizar o cadastro e a análise de crédito é importante para colocar em prática todas as dicas deste artigo. Assim, você e toda a sua equipe poderão usufruir dos benefícios de uma gestão mais personalizada e eficiente!

E você, tem outras dicas para reduzir os custos da análise de crédito? Dívida com a gente nos comentários e participe!

Equipe DEPS Tecnologia

Consultoria grátis sobre análise de crédito