Como calcular o limite de crédito da minha empresa?

crédito é fundamental para as empresas. Pois, a partir dele, os gestores podem investir no negócio: comprando novas máquinas, renovando o ambiente, ampliando os espaços, abrindo filiais e assim por diante.

Nesse post, você poderá ver como calcular o limite de crédito das empresas. Sabe como fazer isso? Leia e tire suas dúvidas!

A importância do limite de crédito

Para pessoas físicas, calcular o limite de crédito é mais fácil. Mas isso não significa que calcular o limite de crédito das empresas seja algo impossível ou que não compense.

Ao contrário, ajuda bastante a empresa a se organizar financeiramente e até a aplicar melhor seu capital.

Muitos gestores temem realizar investimentos maiores por causa do risco de não honrarem seus compromissos, endividarem demais a empresa e levá-la à falência.

Conhecendo o limite de crédito de sua organização, o gestor se liberta daquela preocupação. Considerando-se que ele terá acesso a dados precisos e poderá se planejar financeiramente de acordo com eles.

O limite de crédito das empresas consiste em uma ferramenta ideal para conservar a empresa dinâmica, acompanhando a evolução do mercado e expandindo seus horizontes.

A maneira de fazer o cálculo do limite de crédito das empresas

Para realizar esse cálculo, é necessário efetuar uma análise financeira da empresa, a partir da atividade que ela desenvolve no mercado. Apenas depois dessa análise profunda, será possível conceder um limite de crédito.

Apesar de não existir uma fórmula específica, é preciso considerar o ramo em que a empresa atua, seu objeto social e a quantidade média de vendas que ela faz.

É necessário fazer uma análise de um conjunto de informações:

  • tamanho da empresa;
  • tempo que a empresa está atuando no mercado;
  • capital social;
  • balanço patrimonial;
  • DRE (Demonstração do Resultado de Exercício);
  • referências no mercado;
  • fontes de financiamento;
  • preços dos produtos/serviços ofertados;
  • prazos de pagamento;
  • classificação de risco.

Um fator muito importante é que, quanto menores forem os prazos de pagamento, maior será a rotatividade no limite de crédito das empresas. E quanto maior aquele prazo, menor será a rotatividade.

A partir desses critérios, e de outros que forem considerados convenientes, o analista define um teto máximo de concessão de crédito.

Por exemplo: não faz sentido para o analista conceder um limite de crédito no valor de R$ 25.000,00 para uma empresa que apresenta capital social equivalente a R$ 5.000,00 (mesmo que ela preencha todos os outros requisitos).

A possibilidade de contar com o apoio de softwares

Realmente, não parece uma tarefa tão simples saber o limite de crédito das empresas. Porém, a notícia boa é que existem softwares que podem ajudar o gestor a efetuar esse cálculo.

Alguns sistemas automatizados podem ajudar a calcular o limite de crédito de sua empresa e gerir a inadimplência de seus clientes. Assim, ele poderá investir melhor seus recursos financeiros e definir uma política de concessão de crédito precisa e segura.

Um software de análise creditória pode ser implementado em poucas etapas:

  • abertura do projeto (cadastros, política de créditos, levantamento operacional);
  • instalação (definição da estrutura de trabalho e instalação dos componentes mínimos necessários para o funcionamento do software);
  • integração (fase da integração dos dados);
  • homologação (validação das informações);
  • políticas (modelagem das políticas de crédito);
  • validação (sincronismo de integração dos dados);
  • produção (parte final do processo de implantação do sistema).

Para se ter uma ideia, na análise de crédito feita manualmente, os profissionais encarregados analisam todas as empresa de forma linear. De forma geral, o máximo de informações que é viável analisar fica perto de 10 itens. Já com o sistema da Deps, por exemplo, o número de dados cruzados ultrapassa o volume de 700 variáveis.

Agora que você já sabe bastante sobre o limite de crédito das empresas, aproveite para obter mais informações antes de escolher um bom software de análise de crédito para sua organização.


Consultoria gratuita sobre análise de crédito