Como tornar as vendas mais estratégicas e menos operacionais?

Você já sabe que o caminho que leva um produto até o consumidor não é simples. As formas de apresentação da mercadoria, o relacionamento com o cliente e o treinamento da equipe são alguns elementos decisivos que afetam as vendas.

Para que essa trajetória tenha sucesso, é fundamental tornar as vendas estratégicas — e não meros processos burocráticos e operacionais.

O dia a dia de gestores empresariais é muitas vezes ocupado por questões de ordem operacional. Isso toma tempo e energia que poderiam ser gastos em planejamentos mais estratégicos para reduzir, por exemplo, os obstáculos que surgem no processo de efetivação das vendas.

Pensando nisso, elaboramos o post de hoje com dicas práticas de como tornar a gestão de vendas da sua empresa mais produtiva e eficaz por meio do planejamento estratégico. Boa leitura!

Entenda o que são os planejamentos estratégico e operacional

A principal diferença entre os dois modelos está nos objetivos. O planejamento estratégico tem como intuito otimizar, ampliar e fazer o negócio crescer em médio e longo prazos. Ele é elaborado a partir de uma visão mais global do empreendimento, levando em consideração seus pontos fracos e fortes.

Responsabilidade de gestores e donos de empresas, o planejamento estratégico é uma forma de traçar metas e propor soluções para aumentar as vendas por meio da eficiência da equipe, da organização empresarial, do controle financeiro e outros.

Já o planejamento operacional está mais vinculado às ações práticas e cotidianas da companhia e, por isso, envolve toda a equipe. Seu objetivo é executar metas em curto prazo, assim como garantir que as tarefas diárias estejam sendo feitas. Para ampliar sua visão de negócio, apostar nele é fundamental.

Veja, a seguir, como fazer isso com sua equipe de vendas.

Capacite os profissionais

Investir no treinamento da equipe de vendas é essencial para ter colaboradores qualificados e preparados. Essa capacitação não deve ser meramente técnica, mas sim incentivar o aprimoramento de habilidades como a proatividade, a boa comunicação e o entrosamento com a equipe.

Mantenha o foco no cliente

Pensar estrategicamente é não tirar os olhos do cliente. Defina seu público-alvo, suas características e suas necessidades. Com base nessas informações, é mais fácil saber onde atuar. Além disso, acompanhar o percurso do consumidor ajuda a compreender os processos que ainda dificultam a pré-venda, por exemplo.

Melhore a análise de crédito

Uma das barreiras na finalização de uma compra — e que também representa tempo gasto e custo para as empresas — é a análise de crédito. Uma forma de driblar esse problema é apostar em tecnologias que medeiam a gestão de crédito, bem como ajudam a economizar tempo e dinheiro, e combater a inadimplência.

Preze pela qualidade

Um plano comercial deve levar em consideração a qualidade não só do produto como de todo o processo de vendas. Qualidade implica bom atendimento, produto ou serviço adequado, entregas dentro do prazo e assim por diante.

Aplique métodos avaliativos

Indicadores e feedbacks são ferramentas estratégicas para avaliar a eficiência do planejamento estratégico. Adote mecanismos de avaliação internos e externos que permitam observar a satisfação e o comportamento do cliente diante da sua marca e do seu produto.

Além disso, investir em um relacionamento pós-venda também é uma estratégia interessante não só para avaliar, mas também para fidelizar clientes.

Essas são algumas dicas práticas de como a gestão de vendas estratégicas influencia o negócio e, ao mesmo tempo, ajuda a aumentar os rendimentos e otimizar o tempo. Lembre-se de que, como gestor, você deve priorizar essas tarefas para que seu dia a dia seja cada vez menos operacional e mais estratégico.

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe esse post nas suas redes sociais!

 

Equipe Deps Tecnologia.

eBook: VENDENDO MAIS COM A GESTÃO DE CRÉDITO


Consultoria gratuita sobre análise de crédito