Financeiro e comercial: desafios de integração para a gestão de crédito

Os departamentos financeiro e comercial, apesar de executarem funções diferentes em uma empresa, devem estar sempre ligados e trabalhando de uma forma integrada.

As vantagens dessa integração são várias. No entanto, muitos gestores ainda encontram verdadeiros desafios, principalmente no que se refere à gestão de crédito, ao tentarem implementar esses processos interligados.

Nosso objetivo com este artigo é mostrar a importância da integração entre os departamentos financeiro e comercial, bem como ajudar você a vencer os principais entraves da gestão de crédito que decorrem desse processo. Confira!

A IMPORTÂNCIA DA INTEGRAÇÃO ENTRE OS DEPARTAMENTOS FINANCEIRO E COMERCIAL

A integração dos departamentos financeiro e comercial surge com o objetivo de facilitar o processo de concessão de crédito aos clientes de uma empresa.

Trabalhando de forma uniforme, esses setores têm mais agilidade nos procedimentos e maior segurança ao liberar o crédito para algum cliente.

Em empresas com um grande volume de solicitações diárias, promover essa integração é, também, uma maneira de aumentar a lucratividade e diversificar a carteira de clientes.

A fluidez e agilidade na comunicação das informações, em razão da integração, além de aumentar a segurança das negociações, encurta o tempo de reposta e otimiza a gestão de crédito ao permitir a participação de diferentes setores da empresa.

Com o crescimento da inadimplência, essa união se tornou um fator determinante para o sucesso nos negócios.

A junção dos departamentos é eficiente ao combater esse problema, sobretudo por conta das estratégias de gestão de risco que são utilizadas para conceder créditos aos clientes.

COMO EFETIVAR ESSA INTEGRAÇÃO

Vimos o quão importante é manter os times que lidam com crédito em constante integração. Porém, para que isso seja possível, é necessário investir em algumas medidas. Vejamos o que o seu negócio pode fazer para melhorar a integração das equipes do financeiro e comercial:

BUSQUE FERRAMENTAS DE APOIO

Como dito, em empresas que lidam com uma grande quantidade de análises diuturnamente, é praticamente impossível estabelecer um ritmo preciso e eficiente sem que se utilize ferramentas de automação como apoio.

Nesse contexto, trabalhar com os recursos necessários, como softwares, é medida de ordem para conseguir processar todos os pedidos a tempo e no modo como as empresas-cliente esperam.

Além disso, o apoio tecnológico é a chave para a padronização das análises, pois permite conhecer mais a fundo cada cliente e adotar o grau de subjetividade necessário para uma transação segura.

INVISTA NA ÁREA DE GESTÃO DE RISCOS

No cenário empresarial atual, gestão de crédito está diretamente relacionada à gestão de riscos. Isso porque grande parte das transações entre empresas são feitas à prazo, o que aumenta os riscos de prejuízos com a inadimplência, atrasos etc.

Por isso, investir em gestão de riscos na concessão do crédito é, sem dúvida, uma ação de grande importância.

Trabalhar com uma avaliação criteriosa, baseada em características próprias de cada empresa-cliente, por exemplo, pode minimizar os riscos de insolvência e, consequentemente, faltas no caixa do seu negócio no final do mês.

Os riscos são inerentes à própria atividade empresarial, isso é fato. Porém, é fundamental atuar com certa moderação, evitando riscos exagerados, que podem afetar negativamente a empresa.

Neste ponto, financeiro e comercial devem estar alinhados, com uma gestão de riscos bem definida para que as vendas sejam feitas sem pôr em xeque a saúde financeira da organização.

SAIBA COMO FAZER A CORRETA ANÁLISE DE CRÉDITO

Outro ponto de grande importância para se efetivar a integração entre financeiro e comercial é entender como fazer uma correta análise de crédito. Tomando como base o próprio ideal de integração, uma análise eficiente é aquela pautada na interação de diferentes setores e que trabalham com diferentes níveis de risco.

Por exemplo, o financeiro é mais conservador, pois se preocupa com as reservas de caixa do negócio. Por outro lado, o comercial é mais agressivo, já que depende do fechamento das vendas para garantir o funcionamento do negócio.

Desse modo, é essencial trabalhar de forma equilibrada, estabelecendo um modelo de análise de crédito mais sistêmico, isto é, que passa pelo crivo de diferentes setores, para que se possa chegar a um padrão mais alinhado aos objetivos gerais da empresa.

A comunicação deve ser constante, assim como os critérios devem ser padronizados, para que ambos os setores saibam como agir.

Além do mais, é preciso que ambos se relacionem bem os diferentes recursos utilizados na concessão do crédito, como sistemas, banco de dados e softwares de análise.

TREINE SUAS EQUIPES PARA REDUZIR O TEMPO DE RESPOSTA DO CRÉDITO

Equipes preparadas e bem treinadas para desempenhar as análises certamente conseguem ter mais sucesso nessa atividade.

Logo, é imprescindível investir no treinamento dos colaboradores, de modo a compatibilizá-los com as demandas e fluxo de trabalho da empresa.

O treinamento é a base para uma atuação mais ágil e dinâmica, já que os times saberão exatamente quais as informações são importantes, como analisar e como proceder em cada tipo de dificuldade.

Isso, certamente, aumenta a eficiência da empresa e encurta o tempo de resposta do crédito, garantindo a satisfação do cliente.

OS 4 DESAFIOS DA GESTÃO DE CRÉDITO

Neste tópico, preparamos uma lista com os 4 grandes desafios que surgem quando uma empresa busca implementar metodologias de integração entre os departamentos financeiro comercial. Confira:

1. DIFERENTES IDEAIS ENTRE OS COLABORADORES

Naturalmente, os colaboradores dos departamentos comercial e financeiro têm perfis e ideias muito diferentes. Aqueles que atuam no primeiro setor são mais propensos a correr riscos quando o assunto é fechar uma venda.

Os que atuam no outro, serão mais conservadores e não suportariam a possibilidade de perder dinheiro.

Portanto, o primeiro desafio encontrado pela gestão de créditos é alcançar um equilíbrio entre os dois departamentos — de modo que as vendas não se percam e os riscos sejam moderados.

2. CONFLITOS ENTRE FINANCEIRO E COMERCIAL

É importante que não existam conflitos entre os departamentos financeiro e comercial. O ideal é que todos trabalhem em busca de melhores resultados para a empresa.

Todos estão em uma mesma direção. Dessa forma, é importante que o departamento comercial bata as metas de vendas, mas não se esqueça de auxiliar com o controle da inadimplência — realizada pelo departamento financeiro.

3. AGILIDADE NO TEMPO DE RESPOSTA DO CRÉDITO

Outro assunto que surge na gestão de crédito é o tempo de resposta existente na análise e aprovação de crédito para os clientes.

Sendo assim, é fundamental estabelecer procedimentos padrões na análise de crédito para que o cadastro de um potencial cliente seja realizado o mais rápido possível.

4. INTEGRAÇÃO COM FERRAMENTAS TECNOLÓGICAS

Um dos tópicos mais interessantes na integração dos departamentos financeiro e comercial é a utilização de ferramentas tecnológicas nesses setores.

Não há como otimizar um processo de gestão de crédito sem contar com o auxílio de softwares e funcionalidades inteligentes.

Com essas ferramentas é possível obter retornos mais rápidos e precisos — além de facilitar a busca dados e informações que podem ser disponibilizados em uma base compartilhada.

Sem dúvidas, é extremamente válido buscar um parceiro com expertise nesse assunto.

Então, gostou deste post? Deseja manter-se informado sobre esse e outros temas relacionados à gestão de crédito?

Curta a nossa página no Facebook e fique por dentro das nossas novidades!

Equipe Deps Tecnologia.

eBook: VENDENDO MAIS COM A GESTÃO DE CRÉDITO

Consultoria gratuita sobre análise de crédito