Inadimplência alta: veja como pode ser evitada com a análise de crédito

A inadimplência alta é um dos principais desafios dos negócios, especialmente em épocas de crise, economia estagnada ou mudanças bruscas no mercado.

Se a sua empresa tem enfrentado essa situação, fique calmo: fazendo a análise de crédito correta, é possível evitar grande parte dos problemas ocasionados pela falta de pagamento dos clientes, sejam eles pequenas, médias ou grandes empresas.

Além de fornecer parâmetros e permitir uma análise aprofundada do perfil da organização que pretende se tornar sua cliente, esse procedimento possibilita que evitar a redução do fluxo de caixa em momentos críticos, como na hora de pagar fornecedores e funcionários.

Quer saber mais sobre como uma análise de crédito para pessoas jurídicas pode ajudar na diminuição da inadimplência alta? Confira agora as melhores práticas:

Verifique o histórico financeiro do cliente

Uma análise de crédito assertiva permite levantar o histórico interno de transações comerciais e recebimentos realizadas com a empresa avaliada, além de fazer consultas em órgãos de proteção ao crédito.

Dessa forma, é possível verificar obrigações não pagas, tempo de inadimplência em outras organizações e até o tipo de compra que a empresa costuma atrasar.

Avalie a capacidade de pagamento do cliente

A capacidade de pagamento do cliente também é levantada na hora de estipular o crédito certo para ele, o que pode ser feito com a análise do balanço patrimonial ou outras demonstrações financeiras.

Esse fator permite checar a real situação da empresa, como quanto do seu faturamento está vinculado a outras obrigações e qual a porcentagem disponível para honrar com novas dívidas.

Dessa forma, é possível estipular um limite de crédito mais seguro numa relação B2B, que costuma envolver valores bem maiores do que concessões de crédito a pessoas físicas. Assim, tanto o cliente (que evita endividamento) quanto o seu negócio (que diminui as chances de inadimplência) podem ser favorecidos.

Vale lembrar ainda que esse ponto depende muito da política de crédito do seu empreendimento.

Algumas organizações podem liberar limites de crédito maiores ou menores para uma mesma faixa de faturamento dos clientes.

Cheque informações jurídicas ou pessoais

A checagem de informações jurídicas (CNPJ, contrato social, comprovante de endereço da sede e filiais, telefone e outros documentos) permite maior segurança na concessão de crédito.

Assim, é possível identificar inconsistências, eventuais processos judiciais contra a solicitante e até riscos de fraudes.

Nessa situação, uma análise de crédito correta considera não apenas esses dados, mas também os documentos dos sócios da empresa em questão. Isso pode incluir checagem de CPF e RG, participação societária e até a verificação de cheques irregulares emitidos.

Mantenha a aquisição de clientes de menor risco

Todos os procedimentos citados acima ajudam a diminuir consideravelmente os riscos de inadimplência, já que servem como um filtro para empresas más pagadoras.

Porém, é importante salientar que aquelas boas pagadoras — ou que podem comprovar que possuem condições plenas de honrarem com suas obrigações — podem se beneficiar com concessões de créditos maiores, caso isso esteja de acordo com o interesse delas.

Dessa forma, pode-se manter a aquisição de clientes de menor risco e até estabelecer uma relação positiva com eles, incentivando-os a fechar mais negócios com a sua organização.

Evite a redução do fluxo de caixa em momentos críticos

Com uma análise de crédito assertiva, é possível evitar a redução do fluxo de caixa em momentos críticos, especialmente na época de pagamento de fornecedores.

Dessa forma, até sua empresa pode se salvar de se tornar inadimplente.

Em outras palavras, a avaliação de crédito permite não só que a entrada de recursos seja beneficiada, como também pode ajudar indiretamente na saída de valores e pagamento de obrigações.

Por meio de uma gestão financeira eficiente e com o respaldo de um processo otimizado de avaliação de crédito, é possível reduzir a inadimplência alta sem diminuir a concessão de crédito ou prazos maiores para pagamentos.

E você, como controla a inadimplência no seu negócio?

Ficou com alguma dúvida sobre como a análise de crédito pode salvar seu caixa de problemas financeiros? Compartilhe conosco nos comentários e participe!

Equipe DEPS Tecnologia.

eBook: VENDENDO MAIS COM A GESTÃO DE CRÉDITO


Consultoria gratuita sobre análise de crédito