Demora na análise de crédito

Recentemente, a inadimplência no setor empresarial brasileiro bateu recordes e atingiu números históricos. Segundo pesquisas da consultoria especializada em informações de crédito Serasa Experian, em março de 2018, cerca de 5,4 milhões de empresas estavam inadimplentes no Brasil, o que representa um aumento de 9,3% em relação a março de 2017.  A tendência não é diferente quando comparada à do crédito individual. Calcula-se que existam hoje no país cerca de 62 milhões de consumidores inadimplentes, o que corresponde a cerca de 30% da população brasileira.

As sucessivas altas nos índices da inadimplência são reflexos da crise econômica na qual se encontra o país. Nesse contexto, é compreensível que a concessão de crédito passe a ser cada vez mais objeto de preocupação das empresas de todos os setores, sendo sinônimo de algo arriscado e difícil de gerir. 

Qual a solução para esse cenário desafiador?

Essa situação tem feito com que muitos negócios passem a adotar uma postura cada vez mais inflexível na concessão de crédito, buscando precisamente evitar danos futuros. Contudo, em longo prazo, esse comportamento tende a se revelar prejudicial. Com a concorrência cada vez mais acirrada e clientes cada vez mais exigentes, uma gestão muito conservadora nessa área pode mesmo conduzir à estagnação e à perda definitiva de muitos clientes e oportunidades.

Como fazer frente a este impasse – o de, por um lado, preservar a empresa dos riscos da inadimplência e, por outro, garantir o seu crescimento e a expansão das suas operações? A resposta está na implementação de uma gestão de crédito moderna e proativa, que faça uso das soluções tecnológicas em prol do processo decisório que envolve a concessão de crédito.

Neste post, mostramos em detalhe como a utilização de um software de crédito, entre outras vantagens, pode diminuir significativamente o tempo para realizar a análise de crédito dos seus clientes e fazê-lo de modo mais seguro e fidedigno, obtendo melhores resultados na política de crédito da empresa. Se a sua empresa se depara hoje com o impasse que mencionamos acima, então este post é para você.  Continue a leitura e saiba mais.

O que se entende por “política de crédito”? 

Para entendermos de que modo a adoção de um software especializado pode ajudar na gestão de crédito e gerar um impacto positivo na redução da inadimplência e nos índices de vendas, vamos primeiro estabelecer rapidamente o que se entende por “política de crédito”, a que aludimos acima.

Em termos gerais, a política de crédito engloba as estratégias e os critérios adotados por uma empresa quando tem que conceder crédito a um cliente. Por outras palavras, trata-se de responder à pergunta: a quem conceder e a quem não conceder crédito, e segundo quais justificativas? No momento dessa definição, são analisadas certas características do cliente, como comportamento pregresso, tempo no mercado, informações positivas e negativas, entre outras.

O fator tempo

 Fazer a gestão desse conjunto de critérios é, claro, algo complexo. A análise de crédito envolve tomar uma decisão em um cenário de incertezas e de constantes mutações. As técnicas subjetivas, baseadas exclusivamente no julgamento humano, para além de outras desvantagens, dispendem mais tempo.

No mundo dos negócios de hoje, o tempo, por sua vez, é algo essencial, monetizado como próprio ativo da empresa. Por isso, uma boa gestão de concessão e de negativa do crédito, que seja ao mesmo tempo rápida e confiável, coloca qualquer negócio à frente da concorrência.

De fato, decidir antes, acelerando o processo, mas mantendo níveis adequados de qualidade, é mesmo uma das pontas da solução do impasse referido e pode ser visto como uma vantagem competitiva. Na engrenagem das empresas, as vendas dependem da concessão de crédito, e um processo decisório lento engessa toda a engrenagem.

Eliminando a demora na análise de crédito

A rapidez é, sem dúvida, uma das maiores vantagens oferecidas pelos softwares de gestão de crédito. Além de atuarem como agentes de diagnóstico e de concessão, automatizando as decisões, esses programas também podem fazer sugestões de limites e efetuar classificações, em uma espécie de tudo em um. Abaixo, esquematizamos as razões pelas quais o software de análise de crédito é sinônimo de poupar tempo.

– Gestão integrada: com a adoção de softwares para a análise de crédito, há uma integração do sistema de gestão a diversas fontes de informações de uma só vez. São avaliados critérios como cadastro, risco, limite, cobrança e avaliação de carteira. Todos esses registros são dinâmicos, ou seja, atualizados em tempo real, graças a um sistema que agrega dados de múltiplas origens, sincronizando informações que até então estavam dispersas e disponibilizando-as em um único ambiente. Depoimentos de empresas que adotaram a automação no processo de concessão de crédito relatam que, no período de dois anos, passaram de um índice de 2,2% de inadimplência para 1,38%, mesmo em um cenário de crise, conforme relatamos inicialmente.

– Automação do processo decisório: com o software, a aprovação de crédito passa a ser feita de forma automática e parametrizada, o que reduz os riscos associados às transações. Os pedidos bloqueados são analisados automaticamente; aos analistas, cabe apenas aprovar a decisão ou não, nas situações em que o sistema não puder tomar a decisão automaticamente;

– Sugestão de limite e classificação: juntamente com a decisão sobre a concessão ou a negativa do crédito, os clientes são classificados automaticamente, considerando as políticas de crédito da empresa. Essa classificação traz certas vantagens, pois, por meio dela, simultaneamente, é possível gerir o crédito e mapear oportunidades e ameaças. O software também tem a capacidade de apresentar sugestões de um limite de crédito responsável, por meio de uma complexa combinação de variáveis que, de outro modo, levaria muito tempo para se analisar.

– Vantagem na gestão dos recursos humanos: com um processo mais célere e dinâmico, os colaboradores ficam livres para se dedicarem a outros processos internos, o que libera tempo e consequentemente agiliza também outros setores importantes dos negócios.

Gostou das informações deste artigo? Quer aprender mais sobre esse e outros temas relacionados à análise de crédito? Então, assine a nossa Newsletter e fique por dentro de todos os nossos conteúdos!