/
/
Gestão de Indicadores financeiros: a importância para grandes empresas

Gestão de Indicadores financeiros: a importância para grandes empresas

Controle dos expedientes internos, regularidade das atividades e uma gestão assertiva de todos os processos: esse é o cenário ideal para empresas de grande porte. A complexidade gerencial, sobretudo do ponto de vista financeiro, é muito maior nas grandes organizações, exigindo estratégias adequadas para garantir o sucesso operacional, como é o caso da gestão de indicadores financeiros.

Os indicadores financeiros são ferramentas essenciais para a rotina de gestão do negócio. São por meio deles que líderes, gestores e gerentes levantam dados concretos acerca do desempenho financeiro do empreendimento, auxiliando na sua regularidade.

No meio empresarial, esse é um tema de suma relevância. Por essa razão, a seguir abordaremos um pouco melhor sobre a gestão de indicadores financeiros, mostrando como essa medida pode fazer toda a diferença para grandes empresas.

Acompanhe!

Tomada de decisão de crédito mais assertiva

Em um mercado empresarial competitivo como o atual, as tomadas de decisões precisam ser apoiadas em dados concretos e que transpareçam a situação do negócio. Dessa maneira, a empresa sabe exatamente quais riscos pode assumir e como deve agir em cada situação.

Quando se trata da concessão de crédito, por exemplo, os indicadores financeiros são instrumentos que reforçam a qualidade da decisão, ponderando variáveis importantes nesse processo, sempre buscando expor o mínimo possível a empresa a riscos.

Indicadores como o de nível de endividamento podem ser utilizados para enrijecer ou flexibilizar a concessão do crédito, a depender do quanto o negócio está com o orçamento comprometido em razão de dívidas. Assim, evita-se negócios arriscados e futuros problemas com inadimplência que podem agravar o quadro de endividamento.

Ajuda no estabelecimento de políticas de crédito

Outro ponto de extrema importância dos indicadores financeiros é o seu potencial de ajustes na política de crédito do empreendimento. Isso porque os indicadores dão muito mais visibilidade às finanças da empresa, possibilitando análises mais racionais e, como dito, decisões mais precisas.

Para a otimização da política de crédito da empresa, diversos indicadores podem contribuir. A exemplo, podemos citar:

  1. lucratividade;
  2. custos fixos e variáveis;
  3. ponto de equilíbrio;
  4. margem líquida, entre outros.

Todos eles têm o condão de gerar informações precisas das atividades da empresa, ajudando os líderes a compreender a real situação financeira do negócio. A partir disso, por exemplo, pode-se assumir mais ou menos riscos ao ajustar as atividades do setor financeiro  aumentando ou reduzindo o rigor das análises de crédito e a qualidade das informações passadas para o setor comercial.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 3-1024x210.png

Acompanhamento preciso do desenvolvimento da empresa

Do ponto de vista gerencial, propriamente dito, os indicadores financeiros são a base para o acompanhamento do negócio. Para se ter ideia, a partir da identificação da margem líquida de lucro, custos operacionais — fixos e variáveis — e o ponto de equilíbrio, por exemplo, fica muito mais simples e rápido estabelecer comparações dos resultados da empresa de um ano para o outro e a partir disso saber como ela está se comportando em relação ao quesito crescimento.

Elaboração de planejamento financeiro

Um planejamento financeiro eficiente é aquele que avalia as variáveis mais importantes incidentes sobre as atividades da empresa. No caso dos grandes negócios, esse planejamento é ainda mais importante, já que é muito comum envolver altos valores.

Nesse sentido, a utilização de indicadores se torna uma verdadeira necessidade. O potencial de avaliação e transparência financeira gerado pelo estudo dos indicadores auxilia na elaboração de um planejamento mais estável, condizente com os resultados do empreendimento avaliados sob diferentes aspectos e recortes de tempo específicos, a depender da necessidade da empresa.

Por fim, como se sabe, hoje a gestão empresarial é muito mais rigorosa e dependente de dados.

Logo, trabalhar com a gestão de indicadores financeiros é o caminho mais adequado para otimizar a condução da empresa, premeditando situações de risco, como redução de demanda, queda nos lucros, entre outros fatos que exijam uma reestruturação das estratégicas comerciais e de crédito para estabilizar os negócios.

Gostou do assunto? Veja abaixo o que preparamos para você entender as suas necessidades do seu negócio, entre em contato, esperamos por você!

cta 2 consultoria gratuita

Para não perder os próximos conteúdos, aproveita a sua visita ao nosso blog e segue as nossas redes sociais. Estamos no FacebookInstagram, YouTube e Linkedin.

Até mais!

Simone Silvano

Deps – Além da análise de crédito

Compartilhar:

Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter

Preencha o formulário que
entramos em contato com você.

DPO: Simone Silvano