/
/
Saiba mais sobre a resiliência humana dentro da gestão financeira

Saiba mais sobre a resiliência humana dentro da gestão financeira

O desenvolvimento da resiliência é necessário para a permanência do profissional em qualquer ambiente de trabalho, dentro das organizações, principalmente em cargos de liderança onde há muita pressão, pois, quanto maior o cargo mais será a exigência para as tomadas de decisão, dinamismo, produtividade e cumprimento de METAS.

As tendências dentro das corporações é estarem em busca de profissionais com perfis mais humanizado, com inteligência emocional e que gostem de aprender e a lidar com os seus próprios problemas e erros. No qual, tais habilidades, são extremamente importante para todo gestor ou líder.

A resiliência humana dentro da gestão financeira é um assunto super importante e está em alta, para que os indivíduos que passam ou passaram por dificuldades, envolvendo a falta de dinheiro, a inexperiência, muitas das vezes falta de maturidade ou conhecimento, tenham a força e foco direcionado para se reerguerem, mesmo diante das adversidades.

Preparamos algo especial para você aplicar na sua empresa. Vamos lá?

O que é resiliência humana dentro da gestão financeira?

Um dos erros fatais de muitas empresas, é não estarem preparadas para os imprevistos, ou não estarem atentas as infinitas intercorrências de mercado que podem acontecer nos negócios da CIA.

Com a pandemia do Covid-19, fez com que grande parte das pessoas ficassem ansiosas, inseguras em relação às suas finanças. O estresse do mundo aumentou, o medo de perder os empregos se potencializou e a resiliência passou a ser fundamental, não somente para as pessoas, mas também para as empresas como corporação.

Perante tantos desafios o desempenho dos profissionais foram afetados. Por isso, as empresas passaram a ter um papel importante para que os times desenvolvam a tão comentada resiliência.

Nas consultorias que prestamos, nas entregas de nossos projetos, é comum nos depararmos com processos internos complexos e sem rentabilidade para a empresa. Também nos deparamos com profissionais que “acham” que estão fazendo muito e na realidade estão apenas passando seu tempo, sem fazer a diferença ou deixar a sua marca por ondem passam, sem contar o prejuízo.

cta

Ressaltamos que a forma de contratação do capital humano mudou, para os profissionais do futuro que almejam sucesso em suas carreiras, precisam entender sobre resiliência humana e saber utilizá-las. O profissional com este diferencial, resume-se em ter autoconhecimento, sabe ler as suas emoções e dos outros e agir de forma coerente e racional.

Como fazer para adquirir mais resiliência na gestão de finanças?

Para que a empresa se adapte as novas realidades, nesse ambiente farto de incertezas, algumas ações dentro da CIA devem ser colocadas em prática.

O primeiro passo é sobre o fluxo de caixa e custos, se a empresa conseguir manter o capital de giro suficiente e gerenciar as pressões de custos. Isso tem que ser levado a risca, e ser tratado com extrema prioridade.

Além do mais, navegar por este mundo de incertezas, envolve a necessidade de pessoas habilidosas, que possam somar e complementar principalmente dos diretores financeiros, que estão atravessando um dos momentos mais incertos e críticos de tomada de decisões.

É neste momento, que torna-se necessário que as empresas tenham em mãos uma solução com um método único no mercado como a Deps, para que cada passo que vão dar dentro de finanças, os movimentos sejam precisos para aumentar o caixa, permanecerem líquidas, sem inadimplência e assim poderem criarem manobras inteligentes para o negócio.

E na prática?

Na prática a sua empresa precisa, priorizar a estabilização, reequilibrar as carteiras operacionais, construir uma organização capaz de enfrentar desafios e com a ajuda de profissionais de alta performance e com muita resiliência para modelar os cenários.

A CIA precisa desenhar um plano, uma lista de prioridades, elencando o que são urgências e que são as prioridades, de acordo com as tendências do setor e a economia até estabilizar, após o plano, a empresa precisa AGIR.

Pois, construir um negócio preparado para qualquer cenário significa usar a liquidez para investir em equipamentos, produtos e tecnologia e segurança para criar ambientes mais seguros e atraentes para os colaboradores e parceiros.

Quais as tendências do setor financeiro?

Entre todas as prioridades geridas e apontadas pelos diretores financeiros para o futuro do setor de finanças, são:

Manter o ritmo do setor frente às mudanças tecnológicas;

Sustentar a conformidade das informações e gerenciar um grande volume de dados.

O aumento do uso de inteligência artificial, incorporados diretamente no software empresarial, pode fornecer um grande impulso para ajudar os profissionais de finanças, assim como o setor comercial a se tornarem mais estratégicos para a organização

Principais estratégias para a construção da resiliência

  • Aumentar a produtividade: é uma das principais estratégias que recomendamos as empresas, para aplicar melhorias para aumentar a produtividade sem elevar os custos da empresa. E é neste ponto que recomendamos a automação e a gestão de crédito com políticas customizadas.
  • Higienização de base de dados: estratégia para garantir que os dados utilizados estejam limpos e corretos, e para eliminar a intervenção humana em todo o processo, de modo que os recursos sejam liberados para se concentrar na análise preditiva e na tomada de decisões estratégicas.
22
  • Melhorar a comunicação com os times e stakeholders: Não há duvida que a COVID-19 é uma crise humanitária e, como tal, deve ser abordada pelos líderes da empresa, sobre à saúde mental e a segurança de seus colaboradores, e como essas considerações afetarão os negócios no futuro.
  • Capacitar os times: para colaborarem de forma segura e remota, a colaboração neste momento é essencial em ambientes de trabalho remotos. Os aplicativos em nuvem ajudam os times a colaborar, compartilhar e criar relatórios gerenciais com segurança, para aumentar a transparência e melhorar a visibilidade.
  • Realocar recursos e fortalecer o balanço patrimonial: A alocação dinâmica dos times é outra estratégia inteligente que ajuda nos custos e também ajuda a identificar unidades que não fazem mais sentido manter dentro da empresa.

análise de balanço é o procedimento que identifica elementos positivos e/ou negativos envolvendo a situação financeira da empresa, levando em consideração os números obtidos após a análise do balanço patrimonial da instituição.

Essa estratégia consiste na aplicação de técnicas especificas, como é o caso do raciocínio analítico dedutivo sobre os elementos patrimoniais e suas inter-relações. A partir das demonstrações contábeis é possível obter um relatório econômico-financeiro sobre a situação da empresa.

Como deu para perceber, a aquisição de um bom ERP (Enterprise Resource Planning) pode ajudar no controle de inadimplência. Esse um sistema de gestão garante um acesso integrado e simplificado aos dados da empresa, agilizando as operações e permitindo a automação da análise de crédito.

Assim, a empresa aumenta a chance de os clientes honrarem o pagamento das dívidas. Como consequência, se evitam os constrangimentos nas cobranças e o negócio corre menos riscos de arcar com prejuízos financeiros.

O investimento em uma ferramenta automatizada de gerenciamento faz toda a diferença para organizar as operações nas empresas.

Tem alguma dúvida sobre o assunto? Olha o que preparamos abaixo para ajudar você e sua empresa a identificar as suas necessidades.

cta 2 consultoria gratuita

Nos acompanhe em nossas redes sociais, estamos com muitas novidades.

Compartilhar:

Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter

Preencha o formulário que
entramos em contato com você.

DPO: Simone Silvano