/
/
Como fazer uma análise de crédito?

Como fazer uma análise de crédito?

O objetivo de uma análise do crédito tanto para analisar empresas como pessoas é garantir ao máximo a capacidade de pagamento de quem está tomando o crédito e qual tamanho dos riscos de cada transação. Para atingir este nível de maturação é preciso validar diferentes critérios da análise e as variáveis que vão medir o cliente e que vão direcionar a operação e o valor dos limites de crédito.

Para ter precisão na análise de crédito, os dados dos clientes, devem ser organizados e devidamente conferidos através de processos pré estabelecidos, através das politicas de crédito interna, (se sua empresa ainda nao possui), está tudo bem, estamos aqui para ajudar, dependendo do seu seguimento de atuação, orientamos que estes dados sejam atualizados a cada três ou seis meses, e isso é de forma automática através das soluções deps. Com isso fica fácil de você organizar os processos e transações de crédito da sua empresa.

Afinal este é o nosso escopo de trabalho, no qual somos uma referência neste setor, com nossas soluções e o método deps, que é único no mercado.

Neste post de hoje vamos orientar você em como fazer e ter uma análise de crédito inteligente.

Vamos lá?

cta analise de credito 003

Pense estrategicamente no seu modelo interno de liberação de crédito

Sua empresa pode até ter em sua time super profissional e dedicado para administrar essa área de liberação de crédito, mas se não entender ao menos o básico sobre gestão de risco e análise de crédito, certamente sua empresa não terá condições de ter um setor de crédito e cobrança produtivo, que ajuda a vender e gerar mais lucratividade.

1. Revise o consumo com os provedores de informações

Ter acesso à informação é o primeiro passo para fazer uma análise de crédito precisa. O grande problema, no entanto, é que ter somente as informações cadastrais em mãos, no qual não é o suficiente para realizar essa avaliação com eficiência.

22

Por isso, uma boa forma de reduzir os custos da análise de crédito é revisar o consumo das suas faturas com o provedor de informações.

Os relatórios de crédito disponíveis no mercado fornecem informações que nem sempre são relevantes para elevar a qualidade da sua análise interna. Relatórios completos e com scoring de crédito, por exemplo, são muito mais caros e nem sempre se adequarão ao seu setor ou segmento. Dê preferência aos dados que agreguem valor à política do seu negócio: assim, você reduzirá gastos com informações e tornará a avaliação de crédito mais adequada aos seus negócios.

2. Avalie diferentes fontes de informação

Além da qualidade, é preciso avaliar se existem outras fontes para obter informações e entender quais variáveis são mais adequadas à sua estratégia. Com essa avaliação, você conseguirá equilibrar o custo/benefício das informações e verificar se existe alguma oportunidade na troca de fornecedor, tornando suas decisões mais assertivas.

3. Melhore o processo de cadastro

Atualmente, é raro encontrar empresas que não utilizam o cadastro de clientes de forma estratégica. Nessa etapa do processo comercial, é possível solicitar informações cadastrais adicionais que ajudem a melhorar as decisões de crédito. Tais informações auxiliam inclusive na validação de dados para descobrir o potencial de limite.

Em relação ao cadastro, outra forma de reduzir os custos da análise de crédito é integrando todas as informações cadastrais. Lembre-se que existem áreas de crédito que não recebem todos esses dados automaticamente, o que gera retrabalhos e, é claro, mais custos.

4. Automatize a avaliação de crédito

Por último, separamos aqui a melhor dica para reduzir custos sem deixar de lado a qualidade da avaliação. Além de garantir que nada se perca durante o procedimento, definir os processos é fundamental para que todos os colaboradores sigam os mesmos critérios de avaliação. Veja os benefícios que uma avaliação de crédito automatizada pode trazer para a sua empresa:

  1. Maior velocidade na análise de crédito e liberação de pedidos;
  2. Foco da equipe nas avaliações que merecem maior atenção;
  3. Otimização do uso de informações de diferentes bases;
  4. Política de crédito voltada para as necessidades do seu negócio;
  5. Mais tempo para avaliar os pedidos perdidos e os “falsos positivos”.

Se você não tem tempo ou não se sente seguro para realizar esse procedimento internamente, escolher um excelente sistema para automatizar o cadastro e a análise de crédito é importante para colocar em prática todas as dicas deste artigo.

E tem mais, a Deps também pode ajudar o seu negócio a aumentar as suas vendas, otimizando o tempo dos times de marketing e comercial, fazendo a higienização da suas bases de dados, tudo isso em conformidade com a LGPD.

Gostou do que viu? Agende uma apresentação será uma honra para nós atender a sua empresa.

POLITICA DE CREDITOS

Para não perder os próximos conteúdos, aproveita a sua visita ao nosso blog e segue as nossas redes sociais. Estamos no FacebookInstagram, YouTube e Linkedin.

Até mais!

Simone Silvano

Deps – Além da análise de crédito

Compartilhar:

Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter

Preencha o formulário que
entramos em contato com você.

DPO: Nextgen Consultoria e Treinamento.