/
/
Planejamento Empresarial – Gestão de crédito e riscos com 6 práticas assertivas

Planejamento Empresarial – Gestão de crédito e riscos com 6 práticas assertivas

Quando o assunto são decisões de crédito mais assertivas, temos que olhar com bastante cautela, pois dependendo o tamanho da empresa pode significar muito dinheiro envolvido. Apenas um erro, pode colocar toda a operação de vendas e o caixa da empresa em risco.

Por isso, preparamos este material sobre planejamento empresarial – gestão de crédito e riscos com 6 práticas assertivas, para gerar ainda mais segurança para seu negocio na hora de conceder crédito. Poder contar com relatórios e indicadores financeiros precisos para melhorar a tomada de decisão é uma das chaves para o sucesso.

Pensando em ajudar sempre, preparamos para você, 6 pontos que vão apoiar a sua equipe nas tomadas de decisões, que além de gerar equilíbrio entre os setores financeiros e comercial, podem monitorar e ajudar você a compreender melhor a saúde financeira da sua CIA.

Continue a leitura, e saiba como garantir uma gestão de crédito com decisões mais assertivas no seu planejamento empresarial, de forma responsável, inteligente e super proativa.

Vamos conferir!

6 indicadores importantes para seu desempenho financeiro

Analise as particularidades de cada uma dessas boas práticas e entenda quais dos indicadores financeiros são uteis para direcionar a sua empresa no planejamento financeiro.

22

1. Índice de Endividamento

Se você não entender como funciona o orçamento empresarial do seu negócio, ficará difícil de organizar e de fazer uma boa gestão financeira interna e ter um bom planejamento financeiro.

Por isso você precisa padronizar os processos no seu negócio e saber como está o seu índice de endividamento geral, trata-se de uma situação que requer um certo nível de atenção e dedicação.

A ideia deste material é gerar para você uma referência, vamos ensinar algumas dicas e como iniciar os cálculos, com isso você poderá se basear e seu negócio poderá ter em mãos uma visão do impacto sobre as suas finanças, seu fluxo de caixa e muito mais.

2. Como faço o cálculo da composição deste endividamento?

O calculo do endividamento geral, assim como o cálculo da composição do endividamento baseado em toda análise do balanço patrimonial da CIA.

Porém, a conta é realizada através da soma do passivo de curto prazo e a soma do passivo de longo prazo, dividido pela soma do passivo de curto prazo. E este resultado será multiplicado por 100.

Esta soma do passivo de curto e longo prazo tem como nome conhecido de passivo exigível da empresa.

Ressaltamos que para calculá-lo não é preciso considerar o patrimônio líquido, afinal esta é uma dívida da empresa com os seus sócios, logo, não precisa ser pago.

Neste caso, definimos a equação como:

CE = (Passivo Circulante (curto prazo) / Passivo Exigível Total (curto e longo prazo) x 100

Lembramos que, quanto menor o valor da composição do endividamento, melhor será o resultado para o negócio.

Tudo por que a empresa deverá desembolsar menos capital em curto prazo na quitação de suas dívidas.

E serve para os gestores entenderem quais as estratégias devem ser consideradas na hora de planejar o orçamento ou o planejamento empresarial de forma geral.

Com o objetivo único de evitar uma possível falta da liquidez na hora de pagar as dívidas, mas também para considerar os futuros investimentos que serão realizados.

3. O que é a Margem Operacional?

A margem operacional serve para medir a eficiência operacional da empresa, em resumo, qual o valor das suas receitas líquidas provenientes de suas vendas e serviços que vieram de suas atividades e atuações operacionais.

Este cálculo é realizado pelo coeficiente, entre o resultado operacional da sua CIA sobre a sua receita líquida.

Ou seja, a margem operacional é calculada pela divisão do lucro operacional e sobre a receita líquida, sendo um bom indicador de eficiência operacional.

Se fizermos uma comparação com duas empresas do mesmo segmento, aquela que tiver maior margem operacional é a que vai apresentar os melhores resultados para cada real vendido, isso vale também para outras opções de moedas, no qual podem ter os custos operacionais e valores reduzidos.

CTA 6NH 02 1

4. E a Margem de Lucro Líquido como faço para calcular?

Este cálculo é realizado com base no lucro líquido, a margem líquida, importante lembrar que é um dos indicadores financeiros mais recomendados de uma empresa.

Esta margem revela o % de lucro em relação às receitas que o negócio apresentou no seu demonstrativo de resultados, trimestrais ou no demonstrativo consolidado anual.

Este cálculo da margem de lucro líquido envolve duas variáveis.

Que são: Lucro líquido e receita líquida.

Sendo assim, para se realizar o cálculo da margem líquida, basta dividir o lucro líquido (LL) da empresa no período pela sua receita líquida (RL) no mesmo espaço de tempo.

Exemplo:

ML = (LL / RL) x 100

ML = Margem líquida

LL = Lucro líquido

RL = Receita líquida

Se analisar equação acima, tem a possibilidade de a empresa apresentar uma margem de lucro negativa. Para isso, basta que a empresa tenha dado naquele espaço de tempo prejuízo líquido.

Lembramos que, o mesmo entraria negativo na fórmula matemática referenciada anteriormente, o que resultaria em um resultado também negativo. Agora que já temos o conceito e aprendemos com o exemplo fazer cálculo, você já pode colocar em prática na sua empresa.

cta analise de credito 003

5. E como posso calcular a Margem de Lucro Bruto?

Toda empresa almeja ser rentável e que gere lucro em todos os seus departamentos. Porém, para conquistar este objetivo é preciso ficar ligado em um item fundamental de toda empresa, que é a lucratividade.

O lucro do negócio é o essencial para o seu sucesso. E aqui é que mora alguns problemas e desafios, muitas empresas têm uma série de dúvidas sobre como calcular a margem de lucro de um produto ou serviço.

E este lucro nada mais é que a diferença entre o faturamento conquistado com as vendas de um produto ou serviço e os custos de execução do trabalho (lucro bruto = receitas totais – custos).

Já para a margem de lucro bruto é o % obtido da relação entre o lucro bruto e a receita total (margem de lucro = lucro bruto/receitas totais x 100).

Na prática, para calcular o lucro de um determinado período, é preciso somar todo o faturamento e retirar o que foi gasto para realizar os serviços ou produzir o produto.

E o resultado será o lucro do período. O cálculo da margem de lucro é realizado através da divisão do lucro pela receita total e multiplicando o resultado por 100. É primordial ter o lucro em %, pois, relatar apenas em números reais, pode não dar ênfase na dimensão que a CIA pode precisar em determinados cenários, em seu dia a dia. Com estas informações a empresa pode ter uma boa compreensão de como está o seu negócio.

6. Como posso calcular o Ticket Médio da minha empresa?

O ticket médio é um importante indicador de desempenho. É simples de calcular e pode ajudar no planejamento empresarial de vendas , pode crescer muito com algumas ações se for bem planejado.

O Ticket médio é o valor médio das vendas da sua empresa de um certo período de tempo.

E pode ser calculado e identificando quantas vendas foram feitas e o faturamento total delas em um determinado período, dentro de um mês, identifique quantas vendas foram realizadas e o faturamento total delas.

Com estas informações nas mãos, o cálculo será simples de realizar:

Ticket Médio = Faturamento do mês / Quantidade de vendas no mês

Sobre o planejamento empresarial

No qual destacamos aqui que são: o planejamento estratégico, o planejamento financeiro e o planejamento orçamentário.

Estes planos vão apoiar a sua empresa no controle e também no acompanhamento da sua evolução, por isso orientamos que sejam analisados com muita dedicação e inseridos dentro do planejamento empresarial geral da sua CIA. O ideal é iniciar pelo planejamento estratégico, este plano deve contemplar as estratégias da empresa, para isso, você pode alinhar a sua equipe e se basear na missão, visão e valores do seu negócio.

É importante que o seu negócio estabeleça metas claras para os próximos meses ou anos, os objetivos operacionais precisam estar claros. Já o planejamento financeiro apoiará a sua empresa a manter-se saudável financeiramente, vai garantir que tenha competitividade no mercado que atua.

E o primeiro passo é se dedicar e aplicar uma análise SWOT, com esta análise sua empresa poderá verificar a situação atual que se encontra.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 3-1024x210.png

Este método fornecerá dados sobre os impactos estratégicos, como estão os lucros, também permitirá a efetividade do planejamento orçamentário.

Neste contexto, vale lembrar que a gestão do crédito assertiva será importante para garantir a sustentabilidade de uma empresa a longo prazo, pois devemos considerar em todo o planejamento a inadimplência, no qual se não for cuidada, pode trazer inúmeros prejuízos ao negócio, colocando em risco sua permanência no mercado.

Gostou do assunto? Veja abaixo o que preparamos para você entender as suas necessidades do seu negócio, entre em contato, esperamos por você!

homem pensativo

Para não perder os próximos conteúdos, aproveita a sua visita ao nosso blog e segue as nossas redes sociais. Estamos no FacebookInstagram, YouTube e Linkedin.

Até mais!

Simone Silvano

Deps – Além da análise de crédito

Compartilhar:

Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter

Preencha o formulário que
entramos em contato com você.

DPO: Simone Silvano